quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Mesa de operações à espera...

Parece que é oficial. A luxação que trago no ombro desde a vez que a filha da pu** da acácia não se desviou da minha frente nas pistas da Malveira vai levar-me ao bloco operatório no próximo dia 3...
Segundo prognósticos do médico (e prognósticos só no fim do jogo), a recuperação da artroscopia que vou fazer vai afastar-me das pistas por uns bons mesinhos. 4 ou 5 ninguém mos tira. Estou a ver que depois de passar a fase inicial lá terei que fazer umas incursões no XC e aguentar o canhão ali parado a ganhar pó.
Fónix e logo agora que eu ainda não pude gozar como deve ser a bike nova?! Não é justo...
Valem-me os amigos com palavras de compreensão e atitude positiva para a coisa.
"Tadinha da espanhola..."

No próximo fim de semana, como dizia o Sub, vou "engessar" o pé que está em recuperação de um entorce e vou gozar as últimas descidas antes de ir à faca. Só espero que os ligamentos aguentem o suficiente para na 3ª feira não aparecer no Hospital ao pé coxinho...
Parece que o Jay até já arranjou uma colega da Peugeot para ir connosco e tudo. Ganda Jay! ;-) Assim os canhões podem ir bem à vontade.
"A colega do Jay"

T

domingo, 25 de janeiro de 2009

Belas extreme

Apesar das previsões que davam chuva intensa para o fds, S. Pedro deve gostar dos ciclistas... fez chover durante a noite e consagrou as manhãs para as actividades ao ar-livre. Com uma "aberta" destas e com a Malagueta operacional, fomos até Belas para dar manutenção aos saltos e para os experimentar. Com o Covas ainda a preparar o tornozelo para o "fim de semana final" este era um bom fds para ir cavar.


"Olha lá, viste o Nuno?"


No Sábado, combinámos na Amazing para ir buscar a bike e de lá arrancámos para a mata. Quando já estávamos de mochila as costas a sair do estacionamento, chega o Jay, que previsivelmente foi o ultimo a chegar. A chuva tinha feito mais estragos do que pensávamos e o drop final precisou de troncos novos e de um enchimento novo. A meio dos trabalhos o Rui veio fazer-nos uma visita e conviver um bocado em espaço aberto.


video
"Esta merda não estava a gravar"


Enfim, assim com os amigos dá mesmo gosto levantar cedo e aproveitar os Sábados para reunir a crew. Uma manha ali passada, de enxada na mão, ora salta um ora salta outro, tira foto, faz video... No final da manha ainda lá apareceram uns "convidados" que ainda fizeram umas descidas no trilho. Pessoal bacano, que nos viu lá em manutenção e antes de começar a andar nos perguntou "se podiam", e no final, agradeceram.

Jay, a mostrar que não há traumas ali...


No Domingo, a chuva voltou a não aparecer de manha e fui com o Carlos fazer mais uma incursão pela mata de Belas. Não choveu de manha, mas tinha chovido bem à noite... não havia propriamente lama, havia era agua a escorrer em praticamente todo o lado, por isso no fim da 1a descida (fora dos trilhos por um curso de água na encosta oeste) estava tão molhado como se estivesse realmente a chover.


Carlos no novo trilho de Belas



Subimos até ao marco geodésico, descemos pelo trilho desde aí e ainda ficámos ali a curtir um bocado nos 2 primeiros saltos ate irmos para a zona dos Marretas. Como estávamos os dois com "canhões" as deslocações entre os spots era feita a pé, e quando havia descidas lá nos montávamos nas bikes. Tivemos a curtir um bocado la nos saltos dos marretas e daí fomos fazer a linha do "duplo do punhetas" que fiquei a saber que foi o primeiro trilho que o Carlos e o Ricardo fizeram ali.


Afinal o gajo já se manda aos shores


Mas o melhor ainda estava para vir... fomos finalmente andar no novo trilho que ainda não está acabado. Com a vantagem de levar à frente um dos locals foi só deixar ir. A coisa mais complicada é mesmo "a ponte", que é um shore estreitinho, a uns 3 metros de altura. Ainda bem que já está a ser "engenheirada" uma alternativa que passe por debaixo daquilo. Já o segundo shore, está brutal... Tudo muito bem desenhado e com os releves certos, mesmo bem feito. Tenho de dar ao parabens aos traibuilders que aquilo está mesmo à maneira!


video
engenharia ao mais alto nivel


Próximo fim de semana, vamos engessar o pézinho ao Covas e levá-lo para Sintra para curtir umas descidas connosco antes da operação. Vamos ter a "gravity assisted" sem um dos seus rapazes durante os tempos e há que aproveitar este último fim de semana, faça chuva, sol, neve ou lama congelada!

domingo, 11 de janeiro de 2009

Hot Chili vs. Cold Mud

Finalmente, aí está. Ou melhor, aí esteve durante um bocadinho... A estreia da "Malagueta" não foi propriamente isenta de problemas.

Depois de grandes contratempos na montagem da guia de corrente, na 6ª feira ficou finalmente pronta a minha nova bike - uma Hot Chili Worldcup. O nome só por si revela logo as intenções da máquina: downhill race! E apesar de ao inicio ter achado o quadro horrivel, até que começo a gostar daquele amarelo na pintura. A montagem ficou muito equilibrada em termos de geometria, e ao fim de 30 metros de trilho já me sentia muito confortável em cima dela.


depois do primeiro banho de lama


No sabado fomos fazer-lhe o batismo as pistas da Malveira. O Covas, com mais uma lesão nos tendões, foi de muletas para assistir à estreia e conduzir-nos serra acima. Sair de casa num dia daqueles para não ir andar foi mesmo de amigo! É que as previsoes, para alem das temperaturas negativas, anunciavam possibilidade de queda de neve. Não havia neve, mas outro fenomeno invulgar assolava os trilhos: lama congelada!


esta ao menos não escorrega...


A 1ª complicação do dia foi estar UMA HORA à espera do Jay. E quando chegou surgiu logo a 2ª, e esta mais complicada, que é o transporte na carrinha. O esquema funcionou bem até agora, mas com 3 canhões destes vai ficar tudo muito complicado. Lá conseguimos levar aquilo tudo até lá acima e fez-se finalmente uma descida. Apesar da lama e de um trilho muito dificil, comecei logo a curtir e chegámos cá abaixo muito satisfeitos. Ainda se fizeram mais duas descidas e parece-me que os "slow motions" começam a ficar para trás: acho que a solução para a ineficácia daqueles travões, é mesmo usá-los pouco e porque parece que com aquela máquina quanto mais rápido melhor. Fiquei impresionado! Acho que nunca andei tão rápido em sintra, e nem imagino como será em piso seco.


não é bonita nem é feia, é "exótica"


Infelizmente, e depois da 3a descida, fui ver e um dos pedais estava solto e com a rosca dos cranks toda moída. Lembrei-me logo de uma pancada forte que tinha dado com aquele pedal na trialeira da 1ª secção, e também me lembrei que os pedais não tinham ficado muito bem apertados... impressionante como a unica coisa que fui eu que montei na bike, foi a coisa que cedeu. E assim acabou o dia, com a sensação de que só comi meio rebuçado, mas que já deu para adoçar a boca.

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Bom ano!

A todos os riders da GAS, e aos outros também... um bom ano!

Depois de muitas queixas de que em Dezembro não houve "posts", aqui venho lançar o primeiro de 2009. Mas como este ano ainda não houve actividades dignas desse nome, vamos então recordar as ultimas incursões do ano passado. Os "Marretas", em principio vão ficar-se por onde chegaram, pois dali para a frente há pouca inclinação. Provavelmente a acabar no "drop do Jay" (epah, não, não é do Jay, não digam isso!)


"Tens de pedir ao teu pai para afiar a machadinha"


Num dos fds de Dezembro tivemos companhia lá nos Marretas de pessoal do forum FRZ. Depois de lhes apresentarmos a linha houve meia duzia deles que ainda lá fizeram umas descidas. Infelizmente não há registo fotográfico desse dia e felizmente não houve quedas.


depois de mais uns quilos de terra no "drop que não é do Jay"



No fds seguinte, não sei de quem foi triste ideia de irmos até à Malveira... Combinámos as 9 da manhã, estava um frio de rachar, chovia... Nem apetecia sair do carro. O Covas estava doente e quando viu aquele panorama decidiu que não ia andar. Eu devia ter feito o mesmo. Os trilhos estavam impossiveis! Fizemos duas descidas, daquelas lentas, mesmo em slow motion, e mesmo assim chegava cá abaixo todo partido. Não sei se era de não estar com a minha bike, mas aquilo estava mesmo a correr mal.


Os unicos a quem o dia correu bem... Jay e o "papa-arrufadinhas"






Para 2009, todas as esperanças de começar a largar os "slow motions" caiem sobre a Malagueta. Está quase, quase!