hits from the bong:

quinta-feira, 12 de março de 2009

masters 30

Pois é rapazes, já temos dois "veteranos" nas fileiras de combatentes... o Covas e eu. Masters30. Não que isso se tenha ainda traduzido em riders mais experientes, mas pelo menos a sigla já a temos. Como tive a sorte de fazer anos a um sábado, não foi dificil de saber o que me iria apetecer fazer durante a manhã. O Telmo e o Covas foram ter a Belas, e logo pela fresquinha, aparecem o Antonio e o Pedro, e um "fofo de belas" com uma vela acesa. Uma entrada em grande.


Dali fomos até à linha do "punhetas" e foi uma grande surpresa quando demos pelo trilho com algumas "novidades". Não sabemos quem andou lá, mas os construtores originais sabemos que não foram. Se por um lado fizeram um bom trabalho na renovação do table, os novos saltos estão um bocado mal posicionados... O Antonio era o que estava mais solto e foi o unico a sacar o table direitinho. Eu bem tentei, mas n consegui...

video


Dali voltámos para os marretas e andavam la uns miudos mais abaixo a pregar umas tábuas e a fazer um salto. Fomos ate lá meter conversa, e so depois é que percebemos que o salto era... "amovivel". Claro que um salto amovivel não é muito boa ideia, mas até nem foi isso que fez cair um dos rapazes...

video


Depois da tentativa falhada, voltámos até lá acima fizeram-se mais umas descidas. Foi um bom inicio de dia de anos, e a idade so me afectou positivamente! Parabens ao Covas, que fez anos na terça. Mais um no clube.


video

terça-feira, 3 de março de 2009

News from the front

Isto agora basta estar uma semana sem "postar" que me perguntam logo "então, não foram andar?". A verdade é que este blog já vai sendo visitado por meia dúzia de gajos, comigo incluido.



meia duzia de gajos que seguem este blog


Bem, temos ido andar... devagar é certo, mas temos ido. Mas também não se esqueçam que aqui no meio se meteu a semana do Carnaval, e fui aproveitar uns dias lá acima à serra a dedicar-me a outro tipo de Gravity Assisted Sports. Levei a Curve, mas não andei muito com a bike, que coitada, está a acusar o ano e meio de abusos que andou a sofrer. Os travões estão pela hora da amargura, o eixo traseiro está todo moído, a roda de trás salta, as mudanças saltam, os cranks saltam. Basicamente, aquilo está tudo a saltar. Nada que me preocupe, porque a GAS pode ter perdido temporariamente um dos seus riders, mas parece-me que ganhou um mecânico para sempre. Ao vigésimo quinto dia de baixa, o Covas já monta travões hidráulicos, suspensões, caixas de direcção e faz afinações "on demand" no final das pistas da Malveira.


Já o Shaun Palmer dizia que o conceito é o mesmo



Ficou por contar que num destes Sábados tivemos lá em Sintra com o Carlos e a crew dos "Maus Caminhos". Mais um dia em cheio, pelo menos cheio de lama (como o JP gosta). A parte boa é que indo atrás do Ricardo, um gajo aprende muita coisa. A parte má é que também se cai muito a tentar acompanhar. 5 descidas, 5 quedas, five knights five mics. O JP também provou o chão nesse dia, mas aquilo nem foi cair, foi sentar-se confortavelmente... O Rui nesse dia foi connosco, e também apareceu em casa mais sujo que o habitual, mas ainda ficaram por fazer as prometidas filmagens artísticas.


zona de guerra


Também ficou por contar, o "tour" completo à mata de Belas que fiz com o António. Começando nos Marretas, dali fomos até ao road gap (fomos só ver, escusam de perguntar), passámos na linha do punhetas e CDBelas. Como não podia deixar de ser, lá cai no trilho do CDBelas. Uma linha muita mal escolhida e dei por mim completamente transversal ao trilho. Foi mais uma daquelas em que um gajo diz que está tudo bem... mas que há bocado estava melhor.


video
aqui mesmo ao lado


Já neste último fds, tivemos a presença do Covas na Malveira, que cheio de espírito se levantou mais uma vez de manhazinha para vir conduzir 2 comparsas serra acima. E não satisfeito com o bom serviço já prestado, surgiu com novas competencias, a nivel de mecânica. Só posso dizer que finalmente, não tenho nem um micrómetro de folga na minha caixa de direcção! Quanto aos rides foi um dia muito proveitoso, pelo menos para mim. Já o JP dizia-se "sem aquele feeling". Lá mais para o fim do dia, resolvemos subir com a carrinha pela estrada de terra, e fomos subindo o resto do trilho a pé para se fazerem umas filmagens nas secções.


video
Covas: condutor, mecânico, camera e... supporter!



Falta ainda dizer que temos em nossa posse uma bomba de ar que não nos pertence e que nos foi emprestada por uns rapazes brasileiros lá em Sintra. Fartámos de os procurar e não voltámos a encontrá-los. Se alguem os conhecer... já sabem onde está a bomba!