hits from the bong:

terça-feira, 1 de abril de 2008

O xenhor faz dónile?

Estou todo partido, quebrado, cansado, esgotado... foram 4 dias de muita actividade. Eu e o Covas resolvemos meter uns dias de férias e ir à Vila do Touro, a "minha" terra lá perdida ao pé da Serra da Estrela. Enfiámos as bikes no carro e lá fomos.

Nem só de bicicletas vive a Gravity Assisted Sports.
Se for a descer tamos lá...





Logo na 6a feira, depois de devidamente estabelecidos e com a despensa cheia (de minis) fomos começar onde tinha terminado a primeira incursão naquelas terras há uns meses atrás: numa prometedora descida mesmo ali ao lado de casa com um desnível de 100m. Eu bem que levei uns "print-sreens" (private para o Jay, eheheh) do google earth mas não serviram de grande coisa. Fizemos a descida mas acabámos algures no sitio errado e andámos fortemente perdidos no meio do mato, a avançar com as bikes às costas a um metro por minuto. O
resto da tarde foi já com a carrinha a fazer de vai-vem...

Pickup point, depois da meta improvisada entre as duas casas




No Sábado fomos à Torre. Eu há muitos anos que tinha a curiosidade de ir andar de bike na neve, e finalmente fui! Como o bike park era mesmo ali e não se pagava nada, depois de umas descidas de sku, resolvemos ir ver aquilo com as bikes. Mesmo com a pista ainda com muita neve, foi o resto da manhã ali entretidos... o pior foi subir a pé.


A descida da Torre




À tarde fomos tirar uns tempos lá para a nossa encosta na Vila do Touro. Um de carro, outro de bike. O que estava de carro tinha de chegar pela estrada antes do da bike
chegar pelo trilho para lhe tirar o tempo, estava ali uma mistura de rally com downhill. A coisa estava a ficar perigosa, porque os tempos no trilho iam baixando... E foi no meio deste "biatlo" em pleno lado nenhum, onde não se vê ninguém, que aparece um rapaz todo equipado para o XC e todo equipado com um puro sotaque da Beira a perguntar-me se "O xenhor faz dónile? E é da competixão?"

Um arco-íris a dar bom karma antes de
descermos um dos
muitos "cabeços" que há por lá





No Domingo, foi dia de maxxis cup em Gouveia e fomos lá ver aquilo. Muitos pilotos, muitas senhoras a correr, muitos "top players"... ainda por lá encontrámos o "nosso" mecânico, o João, que também ia correr. O público estava animado pelo espectáculo e pelas quedas, e vimos ali grandes momentos.

unknown downhill player @ maxxis cup




O resto da tarde foi passado na encosta da nossa descida a fazer umas trialadas lá no meio dos rochedos da Vila do Touro. Para onde quer que se olhe só se vê linhas por ali abaixo e saltos no meio da rochas. Num desses saltos o Covas - que já tinha andado a experimentar o chão dali da zona - deu uma queda mais aparatosa. Chegou a falar-se de canadianas, mas gelo e nimeds fazem milagres!

O Covas em grande estilo num dos saltos do largo da igreja