hits from the bong:

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Mete óleo

Mete óleo, mas não é na bike. Essa está oleada e afinada, atendendo ao facto de não me ter tido em cima nos últimos tempos. Mete óleo mas é em mim, que eu é que estou um bocado enferrujado. Nos últimos tempos sucederam-se convites do Tó e Christiano pra ir descer em Sintra com a turma, mas sucediam-se também conversas sobre "kamikazes"... kamikaze práqui, o outro é pior que o kamikaze, o kamikaze tá mesmo bacano, o kamikaze desce-se bem, etc etc. Claro que esta conversa assusta. Assusta, porque relembro a todos que os kamikazes mandavam-se de avião contra coisas americanas em pleno Pacífico. E eu não me quero mandar contra nada, muito menos de avião.


oleada e afinada




Então, este Sábado achei que me tinha de começar a preparar para a guerra. Sim, porque além de não descer, tenho a royalblue no estaleiro há meses. Já nem me lembro bem de há quantos... Por isso havia que fazer descidas, mas não ia com os meus amigos kamikas pra Sintra porque eles mandam-se de avião contra coisas. Fui até Belas, às 8 e picos já lá estava a descer por um trilho natural que o Carlos me tinha mostrado há quase 2 anos. Depois umas descidas no trilho das minis, estive novamente a fazer varias vezes os obstáculos. Havia que meter óleo nesta ferrugem toda, na das articulações e na psicológica, se me queria juntar aos amigos kamikas num Sábado próximo.


spring's coming


Depois de uma descida no trilho do marco, que para variar, está todo arruinado, faltava só ir aos "fetos". Nada que enganar, é o meu favorito. Pelo meio, encontrei o pessoal todo dos Maus Caminhos, que estava em manutenções nos fetos. Depois de me terem posto a par das novidades, entrei por uma alternativa à "ponte" muito fixe de se fazer. Mais à frente, depois do shore (agora com rede) estava o Carlos e o Nuno a mexer terras. Depois de terminar esta descida, fui pra casa curtir as endorfinas, porque foi uma manhã muito fixe em Belas.


trilho das minis





abraços,
sub