segunda-feira, 18 de maio de 2009

in case of emergency dial 661

Sabem aquele tópico do FRZ… “Material assassinado e espalhos”? Resume bem a nossa manha de Sábado. Isto quanto mais tempo ficamos sem andar, mais custa o regresso, e parece que um gajo se esqueceu do pouco que sabe. Mas o que interessa é que fomos, e se por um lado o Covas anda com uma nuvem negra por cima, eu ando com um sol radioso. Vamos lá ver quando é que me calha uma insolação…


a mascote... é pena que não dê sorte nenhuma!


Mal chegámos à Malveira percebemos que algo de muito errado se anda ali a passar: dois fds consecutivos em que o Jay espera por nós. Tamanha improbabilidade deveria ter-nos alertado para o que estava por vir, mas mesmo assim fomos descer animados e crentes de que tudo ia correr bem. Logo na 1ª descida, fui eu e o Covas pelo ride the lightning, com o Covas à frente. Até estava a dar gosto de o ver a comer a trialeira sem problemas, a fazer um granda trabalhinho de pernas a amortecer aquilo tudo. 2ª secção sempre a abrir, os dois todos largados por ali abaixo, a curtir à grande. Na 3ª secção, depois do relevê grande vejo o 1º espalho do dia que custou um dropout ao Covas e consequente imobilização da plunder o resto da manhã. Mais um espeta motivado pelo “pé de fora em baixo” que tanto tenho apelado aos meus companheiros. Aquelas milésimas de segundo em que quem ainda não automatizou o movimento fica a pensar “esquerda, direita, esta esquerda ou a outra” continuam a custar umas quedas. Resultado: logo na 1ª descida ficámos sem um canhão e com o Covas que só fez 1/2 descida (ficou com o desviador pendurado e não tinhamos quebra-correntes) a sonhar com aterragens suaves e com os “zero skills” exigidos pelos saltos em queda livre...


"o covas não vem aí"


Depois, fui eu e o Jay, descidinha limpinha e sem quedas, com a 1ª secção quase sem erros e sempre a ouvi-lo coladinho a mim. Na 4ª secção, eu continuo a evitar os shores mas um dia destes lá terá de ser (“é um handicap muito grande”). De seguida, desceram o Covas e o Jay, que descobriram uma nova linha, encostada ao shore/skinnie/baloiço novo que la andam a fazer. Estavam acompanhados por um rapaz que lá conhecemos, o Hugo, que lhes ia dando um alento extra para se mandarem aos obstáculos.


video

Hugo e Jay


Depois de uma paragem para reabastecer com umas arrufadinhas, fomos novamente fazer umas descidas, e o Covas foi-me mostrar a tal linha nova. Ele avisou-me que o terreno estava ainda muito virgem. Realmente, o trilho ainda está pouco pisado (talvez porque ainda está fechado!) e o chão fofo tira muita velocidade - mas ainda bem - porque numa dessas zonas o Covas caiu de costas no espaço entre umas pedras e um cepo mal cortado. Quando vi onde ele estava confortavelmente deitado a pergunta “estás bem?” impunha-se, porque se tivesse caído 2cms para qualquer um dos lados, certamente as consequências teriam sido outras. No drop que antecede os voadores, o Covas manda-se novamente à maluca, e quando já eu pensava “bem, assim sendo eu também vou fazer” deu-se a queda do dia – o Covas não conseguiu chegar às manetes de travões (afinadas para as manápulas do “Jay Phelps”), foi direitinho contra uma acácia em full power e mandou um voo daqueles mesmo aparatosos. Ao primeiro “estás bem?” o Covas respondeu que sim, ao segundo respondeu que “não sei” e ao terceiro foi “espera aí que já te digo”.


video

se soubesses o espeta que o covas mandou não tavas a filmar...


Na descida seguinte, fui com o Jay, tudo muito limpinho até se chegar aos shores. Quando eu estava à espera no final da secção, vejo um granda Jay a voar descontrolado lá mais atrás… tinha ficado com um pé preso num dos retentores de terra! Mais uma chamada para o 661, uma direcção com um bocado de folga (que já vinha do espeta do Covas contra a acácia), mas nada que o nosso mecânico não tenha tratado na hora.


capacete sem pala "john tomac style"


Continuando a epopeia, na descida seguinte o Jay à frente e eu atrás, bem coladinho, porque tendo em conta o histórico recente, alguem ia cair, e queria estar la para ver e para depois perguntar se "está tudo bem". Felizmente a história não se repetiu e o Jay não caiu mais e os gajos da 661 puderam descansar. Depois destes dois fds em que vi tantos tralhos aparatosos dos rapazes e não me calhou nenhum, sinto-me um bocado excluído, mas como alguém disse e bem, geralmente quando me espeto dá direito a raio-x.

"crise? qual crise?"


Continuamos é com o grave problema de transporte... com a spacestar só dá para três, e ja temos saudades de fazer ali umas descidas com o resto do pessoal. Continuamos à procura de uma carrinha por 1000€, mas não tem estado lá muito fácil de encontrar uma coisa em condições: a única que fomos ver, o dono disse que tinha vergonha de a ligar assim a frio por causa do fumo...



3 comentários:

jay disse...

so posso dizer que hoje dois dias depois ainda tenho dores em varias parte do meu corpinho; pe esquerdo, pe direito, braço direito, pulso esquerdo, estas sao aquelas que me estao constatemente a doer as outras so me lembro quando mexo!
mas as sensaçoes que tenho qd desço continuam a pagar estas "pequenas" mazelas.
ainda foram uns qts espetas e tu sempre a ve-los!
duas boas fotos a tua a saltar em grande estilo e a da "arrufadinhas"

tou á espera da foto do telmo no shore de belas

jay disse...

ja me tava a esquecer mais um grande post neste nosso cantinho!

parabens!

TC disse...

Pois, realmente ando com uma nuvem bem negra por cima de mim... Posso dizer-vos que dei a maior queda da minha vida contra a acácia que o sub fala e que estive a centímetros de ficar "empalado" no tal tronco da secção nova. Fdx...
Segundo a minha fisioterapeuta (sim, que esta merda de trabalhar num Clube desportivo tem que ter algumas vantagens e uma delas é ter atendimento permanente e personalizado sempre que preciso) tenho uma inflamação bem grandinha no ombro operado e que agora só metendo gelo e fazendo laser é que esta merda melhora...
Quanto à Plunder e ao seu dropout, parece que não vai ser fácil encontrar onde possa comprar outro igual. Segundo o que sei, as medidas e a especificidade do mesmo são muuuito raras. Fdx!!
De resto... Ganda Jay e ganda Sub!!

Abreices

T